domingo, 8 de novembro de 2009

Gente de S.Miguel, Açores, Portugal.





A ILHA DO ARCANJO

Eu vos direi da ilha que na dorna do Arcanjo é eterna em chão escasso. Fulva de gado ao dia. À noite, morna. Embebida no verde. E o mar colaço.
Ilhado alumbramento em templo torna a unção de contemplar. Um ténue traço de garça entre água e céu. A paz encorna em lagoa e lavoura o tempo e o espaço.
Tanto silêncio confiado à luz! Treme um nenúfar se um trilho tremeluz. Caiam o sol de azul os agapantos.
Na cevadeira a broa luminosa, romeiros no persiguam com uma rosa. Suas rezas joeiram pombos santos.

de "O dilúvio e a pomba".
Natália Correia

Fotografias Zito Colaço

2 comentários:

Helena Teixeira disse...

Olá!
Nunca fui aos Açores.É uma pena,porque pelas fotos,merece a viagem.

Aproveito e reitero um convite:
Participe na Blogagem de Novembro do blogue www.aldeiadaminhavida.blogspot.com
O tema é: O meu Magusto.
Basta enviar um texto máximo 25 linhas e 1 foto para aminhaldeia@sapo.pt
Participe!

Jocas gordas
Lena

Teresa disse...

O Mar Colaço!
Olhar de Gente que tem gentes nos olhares.
Bom Cicks,
um abraço,
Teresa